Tecmil

Soluções inteligentes

Consultoria

Gestão Empresarial

A nossa experiência em Consultoria, demonstra que os elementos fundamentais de Gestão ainda são indevidamente usados pela empresa.

O empresário insiste em conduzir os negócios pela sua experiência e vivência da sua atividade e pela sua astúcia, que de fato são importantíssimos mas insuficientes.

Quando em excesso, o mais comum são os provenientes da informática, mal compostos, mal sintetizados e pouco objetivos. Quando em falta de controles, o que é mais comum, eles não são sintéticos e objetivos.
A essência do Controle de Gestão é a de demonstrar de forma simples, resumida, com poucos dados, comparativa, para facilitar o acompanhamento do setor e obrigar o empresário a tomada de decisão com rapidez e segurança.

 

Custos

Hoje em dia com a estabilização da moeda e aumento da concorrência, CUSTOS, tornou-se um dos itens mais importantes em qualquer empresa. Vejamos a seguir sua importância.

O desconhecimento do Custo, impacta seriamente na tomada de decisão, nas negociações e consequentemente, em grandes perdas financeiras.  

"A empresa nada mais é do que uma diferença entre seus preços de venda e seus preços de custos". Visto sob este ângulo os custos são instrumentos básicos para uma gestão positiva de uma empresa, e como tais deveriam merecer toda a atenção dos próprios dirigentes, que deveriam pessoalmente dedicar sua máxima atenção à eles.

 

Produção

O Planejamento e Controle da Produção para o seu bom funcionamento torna-se necessário inserir na sua montagem diversos fatores para se conseguir perfeição.

Os objetivos principais de um PCP são o ganho de produtividade e prazos de entrega em cima do prometido, resultando custos menores e ganho de clientela.

É fundamental para orientar os prazos de entrega ao setor de vendas, eliminando promessas indevidas. Devemos planejar os suprimentos conjugado com o setor financeiro, evitando defasagem de recebimentos e pagamentos.

O controle de estoque deve conseguir disponibilizar os componentes nos tempos certos na linha de produção. Para tanto é importante definir as cargas máquinas e a disponibilidade de mão de obra.

A coordenação de todos estes fatores é que leva a se conseguir produção com alta produtividade.

Produzir pelo menor custo, no menor prazo e com o menor giro de capital possível;

 

Financeira

Problemas mais frequentes:

  • Insegurança nos números e valores apresentados nos relatórios gerenciais;
  • Dificuldade na circulação e Fluxo dos documentos e controles financeiros;
  • Desequilíbrio financeiro, surpresas e atropelos, buscam desordenados de numerário;
  • Falta de controles financeiros mínimos, com total ou parcial desconhecimento da real situação presente ou futura da empresa;
  • Falta de eficiência nos setores de cobrança ou controle dos recebimentos;
  • Existência de pessoal e métodos obsoletos nos trabalhos de caixa, arrecadação e controles em geral;
  • Nossos objetivos:
  • Permitir o conhecimento e controle da liquidez da empresa;
  • Adequar os processos financeiros e respectivos controles em uso na empresa, como Caixa, Bancos, Entradas e Saídas de numerário
  • Manter sob controle seguro o fluxo das compras e operações que gerem compromissos, bem como o registro e a informação de seus vencimentos.
  • Controlar igualmente as operações que geram valores a receber, bem como os registros e informações da movimentação e saldos desses, por período de recebimento.
  • Dar condições para o bom funcionamento do Fluxo de Caixa.
  • Treinar as pessoas nos novos processos financeiros implantados, melhorando a segurança e rapidez nos controles de caixa e arrecadação.

 

Recursos Humanos

Problemas mais frequentes:

  • Desentendimento de comando dos Diretores e Homens- Chaves com reflexos diretos e negativos na sua produtividade;
  • Subordinação indefinida, duplo comando, dupla subordinação, atritos, não se sabe a quem cobrar e a quem responsabilizar quando as coisas andam mal;
  • Organograma mal definido em função às necessidades claras do departamentalização da empresa;
  • Seleção, treinamento, avaliação de desempenho mal feitos, provocando alto turn-over e custos elevados, além de aumentar a improdutividade do pessoal
  • O mesmo funcionário recebe ordens diferentes e antagônicas de seus superiores, não sabendo qual deles atender.
  • Não existe um plano de carreira para os funcionários.
  • Os funcionários novos não conhecem as regras da empresa e muitas vezes, agem a sua própria maneira, sem respeitar a cultura da empresa.

Nossos objetivos:

  • Dotar a empresa de Organograma enxuto, economicamente adequado ao porte da empresa e as suas necessidades operacionais presente;
  • Definir com clareza a área de autoridade e responsabilidade de cada Diretor e dos "Homens Clave";
  • Delimitação clara das linhas hierárquicas;
  • Conferir à quem comanda, autoridade única no seu campo de atribuições
  • Através dessas medidas, eliminar as dualidades de comando, interferências hierárquicas, resultando em maior velocidade de decisões e produtividade do pessoal-chave;
  • Definir a política de cargos e salários;
  • Definir o Regulamento Interno, bem como estabelecer critérios de seleção, treinamento e avaliação de desempenho e de promoção de pessoal.

 

Administrativa

Problemas mais frequentes:

  • Indefinição dos meios de comunicação interna;
  • Dificuldades na circulação e Fluxo dos documentos;
  • Duplicidade de informações;
  • Falta de controles mínimos, com total ou parcial desconhecimento da Direção da real situação presente ou futura da empresa;
  • Complexidade no sistema de atendimento a terceiros e ao público em geral, seja no relacionamento com clientes ou com fornecedores;
  • Falta de eficiência e horários no atendimento ao público;

Principais objetivos:

  • Aperfeiçoar e atualizar as rotinas administrativas, procurando racionaliza-las
  • Manter sob controle seguro o fluxo geral das atividades da empresa, incluindo vendas, compras, administração, finanças e operações diversas
  • Dar velocidade e segurança às decisões econômico-financeiras
  • Proceder a integração das rotinas das áreas de contabilidade, pessoal e recursos humanos, ajustando-as, quanto a seus fluxos, suporte documental e desempenho humano
  • Criar os manuais de funções e criar rotinas padrões de atendimento
  • Criar rotinas de atendimento segundo escalas pré-determinadas